#LIVE

Hoje em dia, com a portabilidade dos dispositivos móveis e a constante ligação à Internet, existe uma instantaneidade de reacções a qualquer acontecimento. Uma publicação é suficiente para dar inicio a uma troca de comentário, likes, respostas e visualizações entre milhares e milhares de pessoas.

É com esta ideia de integração imediata num fenómeno de grande escala que começa o documentário #LIVE com o actor Patrick ewart a contar a história da criação de #davecalls.

Sem Título

O fenómeno resultou de uma acção espontânea e em tom de brincadeira como resposta à foto de David Cameron ao telefone com o ex-presidente dos EUA Barack Obama acerca da situação na Ucrânia. Alcançou milhares de pessoas, devida à fama dos actores envolvidos e da actualidade do tema da primeira foto. Contudo, este tipo de  visibilidade é o objectivo das campanhas em ambientes digitais, e as organizações trabalham arduamente na busca de resultados semelhantes.

A AXE conseguiu-o com a campanha “Make Love, not War“. Com o mote de incentivo ao amor, os usuários foram convidados a partilhar fotografias com #kissforpeace. Essas mesmas fotos foram mostradas na Times Square, e reenviadas para os usuários.

f

Milhares de pessoas partilharam o conteúdo e a campanha chegou aos mais diversos pontos do Mundo, reforçando os valores a passar.

A oreo, como é já de esperar, também tem desenvolvido ações de grande sucesso, e genialidade. Com muito treino e prática com as publicações frequentes de posts pertinentes toda a comunicação da oreo se tornou fluída e quase instantânea.

lll.png

A dominar os Social Media a oreo conseguiu ainda aliar a atividade no twitter com as suas bolachas, e criou o trending vending lounge onde os convidados podiam registar a sua conta do twitter e obter bolachas personalizadas a partir da sua atividade online.

ffkkk.png

Estas marcas aprenderam a dominar os social media, e a tirar partido de todas as funcionalidades para obter os melhores resultados, a maior visibilidade e as reacções mais positivas. Capazes de suportar departamentos de comunicação e contratar agências especializadas para desenvolver campanhas e acções com orçamentos generosos e recursos variados.  Mas num universo onde as Relações Públicas são ainda pouco reconhecidas pelas grandes organizações, e onde as pequenas e médias empresas esperam os mesmo resultados da comunicação, com metade dos custos e recursos, como se pode chegar ao sucesso e incluir milhares de pessoas em torno do mesmo fenómeno? Como se pode colocar milhares de pessoas a participar na mesma conversa, em tempo real, sobre os temas seleccionados pela organização?

A resposta é muito simples!! P.L.A.N.E.A.R.!

Não importa só ter objectivos bem definidos e ideias criativas para os concretizar. Para uma boa campanha de comunicação, com uma gestão de recursos eficientes é preciso planear e definir meticulosamente todos os passos necessários, estruturar afincadamente cada solução e estudar as alternativas mais rentáveis desde o espaço do evento ao tipo de impressão utilizada em flyers. Mas vamos por partes!

O que é preciso fazer para iniciar todo este planeamento.

Primeiro, uma checklist! Depois dos objectivos estarem definidos é necessário começar a perceber, para cada um, e considerando os recursos, os públicos, o tema, o conceito de comunicação e os valores a transmitir, quais são as melhores tácticas, que coordenam as novas tendências. Importa, depois de pensar nas tácticas, desenvolver um draft da ideia, e daquilo que pode ser necessário.

E aqui, começa o planeamento detalhado. Começam a surgir as escolhas de locais, de funcionários, de momentos e actividades e dinâmicas de animação, de escolha dos convidados, de escolha de decoração, de planeamento de redes, de pré e pós eventos, de custos e locais onde se obtém os melhores preços, de datas e de datas comemorativas que fazem sentido aproveitar.

Surgem checklists a planear checklists futuras. Surge o trabalho de contactos e pedidos de informações, distribuição de tarefas e pensamento estratégico, não só em grande escala, da orientação da estratégia, mas ao nível dos mais pequenos detalhes, que fazem a diferença no sucesso e contribuem para a criação de momentos memoráveis!

A reter:

  • Desenvolver um plano de comunicação em 4 etapas
  • Desmontar a etapa da acção em tácticas;
  • Desmontar cada táctica em momentos distintos;
  • Listar tudo o que é necessário para cada momento;
  • Planear o que é necessário para conseguir o que é preciso para cada momento;
  • Distribuir tarefas
  • Rever todo o planeamento
  • Planear a execução
  • Executar
  • Planear o próximo passo!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s